Contato

Entre em contato conosco!
Tire suas dúvidas ou envie sugestões
Clique aqui!

Notícias / Geral

SINDIFISCO-MT faz homenagem especial aos Fiscais de Tributos Estaduais aposentados em 2020

Publicado por Pau e Prosa Comunicação em 18/12/2020 às 15:41

SINDIFISCO-MT faz homenagem especial aos Fiscais de Tributos Estaduais aposentados em 2020
O Sindicato dos Fiscais de Tributos Estaduais de Mato Grosso (SINDIFISCO-MT) rende homenagens àqueles que durante boa parte – em muitos casos a maior parte – da vida se dedicaram ao serviço público. Em especial, aos seis Fiscais de Tributos Estaduais aposentados em 2020 e que contribuíram para o desenvolvimento do estado. Além de uma Declaração de Agradecimento a cada um dos Fiscais, a entidade abre espaço para que possam falar sobre o tempo em que exerceram tão nobre função na Secretaria de Fazenda (SEFAZ).

Depois de quase 40 anos de serviço público, Miriam Aparecida Cunha Leite Marques foi a primeira FTE aposentada este ano, e se orgulha de ter se dedicado muito em todas as funções pelas quais passou. Lembra que trabalhou bastante em assessoria tributária, lidando mais fortemente com legislação. Chegou a ser presidente do Conselho de Contribuintes por um bom tempo, período que guarda com carinho e a certeza de ter se empenhado ao máximo para a obtenção dos melhores resultados.

Foi um período que ficou marcado em sua mente, conta a FTE aposentada em fevereiro após 36 anos na SEFAZ. “Principalmente no Conselho de Contribuintes, a partir do momento em que estive lá houve uma mudança muito grande de estrutura, de controle de processos e isso acredito que foi bem marcante. O início de um controle bem maior do que o existente, com localização de processos muito mais facilitada”, descreve, estimando ser esse um momento que revolucionou o serviço realizado à época.

Miriam também mostra grande orgulho de ter atuado como FTE pela importância que ele tem dentro da estrutura de Estado. “É uma categoria que tem força e que deve exercer o seu trabalho com muita dedicação, seriedade para combater inclusive a corrupção e tudo mais. Manter a máquina funcionando, um dos fatores mais importantes, na verdade o que alavanca mesmo”, avalia.

Aposentada depois de mais de 40 anos dedicados a funções públicas, 10 deles na SEFAZ, Vilma Blanco conta que passou por diferentes setores na pasta: fiscalização, tesouro, área contábil e receita. Todas, destaca a FTE aposentada no início de dezembro de 2020, foram importantes em algum aspecto, desde o reconhecimento profissional até a aquisição de diferentes conhecimentos, passando pela conquista da liberdade de ação e exposição de ideias.

Segundo ela, o fato de ser um trabalho bastante diversificado e poder atuar em várias áreas, foi marcante em sua passagem pela secretaria. “Sou uma pessoa que não gosta de rotina repetitiva. Todas as áreas em que trabalhei na SEFAZ me oportunizaram a não repetição. Sou de pesquisar, de ir atrás de informação e me foi dada essa oportunidade”, enaltece. Outro fato que Vilma considera marcante é o alto nível da equipe. “Lá normalmente você trabalha com pessoas competentes, independente do cargo, dispostas a fazer um bom trabalho e se pode contar com elas”, elogia a Fiscal que antes de atuar na Sefaz tinha passado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina e atuou como auditora em Mato Grosso do Sul.

Para Vilma, o fato de ter atuado como FTE foi importante por proporcionar todas essas experiências profissionais e a conhecer muitos lugares. Além, claro, de poder contribuir com o desenvolvimento do estado. “Só posso dizer que terminei a minha vida profissional no melhor lugar em que poderia estar”, salienta.

Eliane Moreira Holland Pedroza se aposentou como FTE depois de 10 anos na SEFAZ, mas contabiliza mais de 32 anos de serviço público, divididos entre as funções de bancária e perita criminal. Segundo ela, todas foram muito importantes, mas o trabalho na Secretaria se mostrou especialmente interessante pela atuação em equipe, a realização efetiva da receita pública através da cobrança aos contribuintes.

Para Eliane marcou bastante ter podido permanecer em uma mesma equipe/setor por todo o tempo de SEFAZ. Um trabalho especialmente gratificante por fazer parte de um esforço intimamente ligado ao funcionamento da estrutura de governo e o desenvolvimento de Mato Grosso. “Nossa categoria é essencial para captar recursos, para que o governo possa exercer suas políticas públicas, repassando-os à sociedade na forma de investimentos nas áreas de educação, saúde e segurança pública”, exemplifica.

Para o presidente do SINDIFISCO-MT, João José de Barros, esses testemunhos só corroboram a importância de render homenagens aos colegas que concluíram suas jornadas na SEFAZ. “O trabalho que desenvolveram como Fiscais de Tributos Estaduais certamente contribuiu para que Mato Grosso se tornasse pujante, com um Fisco eficiente e consciente de seu papel na promoção do equilíbrio competitivo entre os contribuintes, e capaz de atender às demandas da população. Graças a seu empenho, construíram o caminho para uma sociedade mais justa e igualitária, democratizando o acesso às riquezas produzidas em Mato Grosso. Fica aqui o nosso sincero agradecimento”, frisa.

Ainda em 2020, outros três FTEs foram aposentados na SEFAZ. São eles, Dulcineia Souza Magalhães, com quase 37 anos no cargo, Edson Garcia de Siqueira e Silvia Mônica Farias Nunes Rocha Gilioli com mais de 29 anos na pasta. A todos estes Fiscais, o SINDIFISCO presta sua homenagem.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação

Receba em seu e-mail todas as informações atualizadas!

 

Contato

Entre em contato conosco!
Tire suas dúvidas ou envie sugestões
Clique aqui!

(65) 3624-2605
Afismat Fenafisco
Sitevip Internet